Marcas Próprias foram destaque na NRF 2019

Inovação

Kroger | Target | Kohl’s

Quando coincide de altos executivos de alguns dos maiores varejistas do mundo falarem com intensidade sobre um mesmo assunto, certamente merece nossa atenção. Foi isso que aconteceu em Janeiro de 2019 na maior feira do varejo mundial – a NRF (National Retail Federation Tradeshow).

Ao longo dos três dias do evento, em diferentes palestras, executivos realçaram o papel de suas próprias marcas como forma de criar um diferencial competitivo face a concorrência, agregando valor às compras de seus clientes.

É fácil perceber, com isso, que as Marcas Próprias não são apenas um modismo. Elas são um tema atual e com vigorosa evolução.

Não que o tema Marcas Próprias tenha sido esquecido nas edições anteriores da NRF, pelo contrário, o tema era sempre lembrado como um pilar estratégico por alguns varejistas. A diferença, agora, foi que as Marcas Próprias foram destaque na NRF de 2019 pela quantidade de vezes que o assunto foi abordado e a importância que deram ao tema. Vamos ver a seguir como alguns desses varejistas estão prosperando com suas marcas.

Kroger

A  maior rede americana de supermercados, mostrou um case inspirador. A rede criou a marca Simple Truth, que promete uma entrega clara e de fácil compreensão por parte do consumidor. Oferece produtos naturais e orgânicos, que já representam mais de 2 bilhões de dólares no faturamento anual da rede.

A marca baniu 101 ingredientes da formulação de seus produtos, garantindo que os clientes estarão livres, por exemplo, de adoçantes artificiais, antibióticos, aromatizantes artificiais, entre outros. As marcas de saudabilidade sempre têm dificuldade em convencer o consumidor de que seus produtos são saudáveis. No caso de Simple Truth, se ao cliente interessar ficar livre desses 101 ingredientes, a marca oferece uma escolha simples e segura.

A marca Simple Truth se tornou tão relevante, que a maior rede do mundo de farmácias, Walgreens, fez uma parceria para a Kroger para que seus produtos sejam vendidos em algumas de suas lojas, como teste, em Kentucky, EUA.

Target

Desde 2016, a rede lançou 20 marcas próprias em categorias de vestuário, decoração, eletrônicos e cuidados pessoais, as quais reforçam o posicionamento de “cheap chic” da rede – produtos chiques e com preços acessíveis.

Kohl’s

A rede de lojas de departamentos americana Kohl´s, voltada a um público de alta renda, também falou na NRF sobre a importância de suas próprias marcas para o negócio. Mais da metade do faturamento da rede vem de suas marcas próprias.

Eles conseguiram ter uma velocidade muito grande para lançar novos produtos, garantindo um diferencial importante para a empresa. Como exemplo, lançaram recentemente três marcas de sapatos, que são desenvolvidos por designers da própria rede.

Nas versões da NRF dos últimos anos, muitos outros varejistas dos mais diversos setores, como a 7-Eleven, CVS e Pret a Manger, também apresentaram o tema de Marcas Próprias como um diferencial para se tornarem mais competitivas.

Em comum no discurso de seus principais executivos, está a compreensão de que precisam evoluir com suas marcas para fidelizar clientes através de produtos exclusivos para não perder mercado para a venda direta que muitas indústrias estão realizando (verticalização) e para varejistas online que também estão investindo forte nas suas próprias marcas.

Por Antônio Sá

Sócio-fundador da Amicci. Professor de varejo de cursos de MBA e Pós-Graduação em algumas das principais escolas de negócios do país.